Loading…
Proteção Catódica

Eletrodos de referência Portáteis e Permanentes

A IEC possui em seu portfólio dois tipos de eletrodos de referência. São eles:

– Eletrodos Portáteis: fabricados pela Tinker & Rasor;

– Eletrodos Portáteis e Permanentes: fabricados pela Borin.

Os eletrodos de referência são instrumentos para inspeção e manutenção do sistema de proteção catódica e são equipamentos indispensáveis na tecnologia de proteção catódica. É fazendo-se uso desses materiais que se mede o potencial de uma estrutura em relação ao meio, a fim de se avaliar a condição do material metálico, isto é, verificar se há corrosão, se a estrutura está protegida ou se há influência de correntes de interferência.

Os eletrodos e seus tipos:

– O eletrodo de cobre/sulfato de cobre: usado principalmente para medição de potenciais no solo, devendo-se evitar o seu uso em meio líquido;

– O eletrodo de prata/cloreto de prata: específico para água salgada;

– O eletrodo de zinco/ sulfato de zinco: mede um potencial em água salgada como no solo. Para uso no solo, o zinco deve ser envolvido com enchimento condutor de gesso e bentonita.

Cada eletrodo de referência tem um valor diferente para o seu próprio potencial. É por isso que um dado potencial, medido por diferentes eletrodos de referência, apresenta valores diferentes.

Principais eletrodos comercializados:

– Fabricados pela parceira Tinker & Rasor:

Modelos portáteis de cobre/sulfato de cobre: 6B, 8B, 6A, 2A, 3A

Modelo portátil de prata/cloreto de prata: SC-4

– Fabricados pela parceira Borin:

Modelo permanente de cobre/sulfato de cobre: Stelth 2 – SER-007 – CUY;

Modelo permanente de prata/cloreto de prata: Stelth 2  – SER 008 – SUB

Modelo permanente de zinco/ sulfato de zinco: Stelth 2 – SER 009 – ZUR

Modelos portáteis estão disponíveis mediante a consulta.